• biovórtice

O que são as Práticas Integrativas e Complementares (PICs)?

Reconhecidas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), as Práticas Integrativas e Complementares (PICs) são tratamentos que utilizam recursos terapêuticos e atuam na prevenção de doenças e na promoção da saúde do indivíduo. As PICs também podem ser usadas para aliviar sintomas e tratar pessoas que já estão com algum tipo de enfermidade.


O uso dessas práticas no Sistema Único de Saúde (SUS) vem crescendo a cada ano, segundo dados do Ministério da Saúde. Entre 2017 e 2018, o número de pessoas que se beneficiaram das PICs no SUS passou de 4,9 milhões para 6,67 milhões. Já a quantidade de procedimentos mais que dobrou, aumentando de 157 mil para 355 mil.


Quando o SUS começou a implementar a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares em 2006, havia apenas cinco práticas disponíveis: medicina tradicional chinesa/acupuntura, homeopatia, fitoterapia, medicina antroposófica e termalismo. Novas modalidades foram acrescentadas em 2017 e 2018. Atualmente, a lista inclui 29 práticas. Veja quais são:


AS 29 PRÁTICAS INTEGRATIVAS






Fonte: Ministério da Saúde